Os biquínis asa-delta e a febre do fio-dental, lá nos anos de 1980, já previam a nossa obsessão. Apesar de o abdome sequinho vir ganhando cada vez mais terreno na lista de prioridades femininas, o bumbum continua sendo a preocupação número 1 da mulherada. Enquanto alguns derriére valem milhões de dólares e outros param a internet tudo o que queremos saber é: como deixar nosso bumbum ainda mais lindo, durinho e empinado o ano inteiro? Fomos atrás das soluções para seus principais problemas (adeus, celulite!), indicamos os melhores tratamentos para você conquistar os glúteos com que sempre sonhou e, de que quebra, damos dicas para você manter a saúde da área em dia.

3 FATOS SOBRE O BUMBUM
•Ele possui o maior grupo muscular de todo o corpo.
•O que o deixa redondinho e empinado é o estrogênio (hormônio feminino) e muita malhação, claro!
•O cóccix é, na verdade, um indício de que um dia o ser humano teria tido cauda.

SEUS MAIORES PROBLEMAS RESOLVIDOS

Celulite
(por conta própria)
Os furinhos são mais comuns em quem esta acima do peso. Então, a melhor aposta é manter o ponteiro da balança no lugar com a ajuda de uma rotina saudável. ‘’Deixar o corpo hidratado de dentro para fora e investir em uma alimentação rica em vitamina C e com ação anti-inflamatória também ajudam a manter a pele lisinha’’. Aconselha a esteticista Mônica Silva.

(no consultório)
A novidade para o tratamento da celulite é o Velashape, combinação do infravermelho e do vácuo, acoplado com tecnologias de radiofrequência. ‘’Ele provoca um aquecimento profundo do tecido que, por sua vez, promove um aumento na deposição de colágeno e do metabolismo celular local, resultando em uma redução localizada da celulite e do volume’’, explica Mônica.
Flacidez
(por conta própria)
Os exercícios são os principais aliados do tônus dos músculos e da pele. Por isso, é importante manter uma rotina regular de atividades localizadas e aeróbicas. Em casa, vale investir em cremes com ativos firmadores poderosos. ‘’Os á base de ácido retinoico, vitaminas A,C e E, argireline, raffermine, tensine e padina povonica são os mais indicados’’, conta a esteticista Mônica Silva.

(no consultório)
Para o bumbum, a associação do ultrassom, microfocado que aquece as camadas mais profundas da pele, criando pontos de coagulação e diminuindo a flacidez, e da radiofrequência, que induz a produção de novas fibras de colágeno e beneficia o aspecto da pele, oferece os melhores resultados.

Estrias
(por conta própria)
Tente manter seu peso sempre estável – o efeito sanfona faz que a pele estique rapidamente, aumentando a chance de ganhar as marquinhas. Se você já tem algumas (e elas ainda estão vermelhas), dá pra reverte-las com cremes. ‘’Sempre antes de dormir, use produtos á base de ácido retinoico e vitamina C’’, indica Mônica.

(no consultório)
O melhor tratamento é o Striort que é uma técnica ortomolecular de combate as estrias. É uma inovação absoluta, com resultados incríveis e nunca antes visto, pois promete melhorar a aparência das estrias brancas em até 80% já na primeira sessão. É um método diferente, não invasivo e não cirúrgico.

Tamanho máximo
A procura por métodos cirúrgicos que aumentam o tamanho do derriére tem crescido cada vez mais no Brasil. Segundo a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (IAPS), nos últimos dois anos, o número de intervenções para implante de silicone nos glúteos cresceu 547%. Além da prótese, outro procedimento que vem sendo cada vez mais procurado é o lipofilling, que é enxerto de gordura retirada de outra parte do corpo, por meio de uma lipoaspiração, e injetada no bumbum.