A Radiofrequência é um aparelho estético que tem inúmeros benefícios para a beleza da pele: reduz a flacidez cutânea, melhora o aspecto da celulite e rugas, remodela o corpo, suaviza a aparência das estrias e cicatrizes, é indicada também no tratamento pós-lipoaspiração, fibrose e de lipoma (tumor benigno formado pelo acumulo de tecido gorduroso em forma de bolinha). Pode ser utilizada tanto na face (como papada e linhas de expressão) quanto no corpo (glúteo abdome e outras regiões que apresentem flacidez cutânea).

Esse aparelho não é invasivo, produz calor suportável, é indolor, seguro para todos os fotótipos de pele e o melhor é que o resultado é imediato.

A Radiofrequência produz um calor capaz de desnaturar as fibras de colágeno (responsáveis pela sustentação da pele), consequentemente os fibroblastos produzem um novo colágeno para a pele.

Os efeitos fisiológicos proporcionados pelo aparelho são: a eliminação de toxinas, melhoramento da circulação sanguínea, maior aporte de oxigênio e nutrientes, reabsorção de líquidos intercelulares, incremento na síntese de colágeno, descompressão tecidual e retração imediata do tecido conectivo.

As contraindicações da Radiofrequência são: artrite, gestação, marcapasso, preenchimentos, câncer ou metástase, próteses metálicas, pacientes imunodepressivos, doenças dermatológicas e menores de 18 anos.