Drenagem Linfática

A drenagem linfática manual possui efeitos sobre alguns sistemas do corpo. O sistema neuro-vegetativo, o sistema imunológico e o sistema vascular sofrem influência direta desta técnica.

Influências que a drenagem linfática pode causar:

Respostas imunes: a estimulação dos capilares linfáticos, segundo Kasseroler, estimularia a produção e renovação das células de defesa.

Velocidade de filtração da linfa: o estímulo da circulação linfática aumenta o fluxo linfático aumentando proporcionalmente a velocidade com que a linfa passa pelo linfonodo onde ocorre a filtração.

Motricidade do intestino: as massagens realizadas no abdome no trajeto do intestino aumenta a motricidade intestinal e, consequentemente, produz efeitos sobre a evacuação. Sistema Nervoso Autônomo: devido à monotonia da massagem, provoca efeitos de relaxamento por influenciar a liberação de substâncias simpaticolíticas no organismo.

Aumento da quantidade de líquidos excretado: por retirar líquidos que estejam congestionados nos tecidos e retorná-los a circulação, esse líquido passa a compor a volemia, necessitando ser filtrado e o excesso eliminado.

Melhora da nutrição celular: com a drenagem linfática o excesso de liquido é retirado, fornecendo condições de melhor irrigação sanguínea e melhor nutrição tecidual.
Melhora da oxigenação dos tecidos: a dificuldade de nutrição depende de quanto edemaciado está o tecido. A drenagem linfática age diretamente na redução do edema, facilitando o aporte de sangue arterializado.

Desintoxicação dos tecidos intersticiais: a retirada do líquido intersticial pobre em nutrientes e rico em toxinas favorece a troca e o aporte de substâncias importantes ao organismo.

Indicações

Edemas e linfedemas: a DLM age ativando a circulação linfática, propiciando a redução do linfedema e regeneração do sistema linfático.

Celulite: A DLM ajuda na evacuação de líquidos ricos em proteínas e toxinas que tornam o tecido cutâneo edemaciado e com aderências teciduais, normalizando o pH intersticial e favorecendo a nutrição e oxigenação tissular.

Pós-cirurgia plástica: a DLM em cirurgia plástica é utilizada na maioria dos procedimentos cirúrgicos como ritidoplastia, blefaroplastia, rinoplastia, manoplastia de redução e de aumento, reconstrução mamária, lipoaspiração, abdominoplastia etc.
Para a realização de DLM nestes procedimentos é muito importante o conhecimento da anatomia e fisiologia linfática, além do conhecimento das linhas de drenagem.

Obesidade: a DLM pode melhorar a tonicidade tissular e aumentar o transporte de metabólitos, promovendo um maior turgor da pele e também ajudar no suporte de microestruturas, retornando ao seu estado inicial ou otimizando este estado.

Destaca-se ainda outras afecções que a DLM poderia proporcionar benefícios: telangectasia, cicatrizes, estresse, dores musculares em atletas, ansiedade, irritabilidade, depressão, tensão muscular, algumas dores agudas e crônicas, reumatismo, tendinites, entorses e luxações, desordem pós-traumática, asma, bronquite, sinusite e rinite, desordens alimentares, síndrome da tensão pré-menstrual, patologias dermatológicas como psoríase e dermatites, hipertensão etc.

Contra-indicações

Absolutas: Tumores malignos, tuberculose, infecções agudas e reações alérgicas agudas, edemas sistêmicos de origem cardíaca ou renal, insuficiência renal e trombose venosa. Relativas: Hipertireoidismo, insuficiência cardíaca descompensada, menstruação abundante, asma, bronquite, flebite, hipotensão e afecções da pele.

Sessão: 1h / 1h30

Surpreenda-se com a nossa técnica exclusiva e agende agora mesmo sua avaliação!

(11) 3774-6412 / (11) 97689-5893 (WhatsApp) contato@monicasilva.com.br
Horário de Atendimento: De segunda a sexta das 7h as 21h e aos sábados das 8h as 18h



Conheça nossos Planos de Beleza!